JA Wall - шаблон joomla Форекс

O futuro da infância: os impasses nas relações intergeracionais e das crianças com seus pares.

Autora: Beatriz Corsino Pérez Palavras-chave: Jovens, Reforma urbana, Identidade, Memória, Espacialidade, Subjetivação Referência completa: Pérez, B.C. Memórias e narrativas de jovens sobre o lugar: uma discussão sobre as intervençoes urbanas no Rio de Janeiro. Tese de Doutorado, PPGP, Inst. de Psicologia, UFRJ, 2014. Orientação: Lucia Rabello de Castro

Esta investigación, impulsada por los testimonios de ex alunos, de una professora y referenciada por diversas fuentes documentales, tiene como objeto de estúdio la historia de la Escuela Mixta que existió en el barrio Felipão, en Campinas (Brasil), entre las décadas de 1920 y 1960.

De um lado, o imaginário social fantasioso de que nada pode ser mais importante do que ser jovem; de outro, a condição real da juventude marcada por relações violentas e desumanizadas com os adultos.

O artigo reflete sobre uma pesquisa educacional e tem como objetivos debater sobre questões curriculares da formação de professores, buscando resgatar memórias que têm sido tecidas na constituição de ser professor.

Este artigo analisa duas diferentes tentativas de compreender os efeitos da dominação sobre a subjetividade e os caminhos tortuosos pelos quais se busca a emancipação.

O artigo articula psicanálise e educação. Acompanha os inícios desse processo, com Freud, que resultaram na abertura de uma área de interesse, atualmente consolidada.

Este artigo visa problematizar o conceito de cidadania entendido como conjunto de direitos e discutir os efeitos da vigência de uma razão desenvolvimentista nesta concepção para a participação de crianças e jovens.

Autora: Conceição Firmina Seixas Silva Palavras-chave: Jovens universitários, Movimento estudantil, Ação coletiva, Participação política Referência completa: Silva, C. F. S. S. A ação coletiva de jovens estudantes universitários e suas formas de organização na universidade e na sociedade. Tese de Doutorado, PPGP, Inst. de Psicologia, UFRJ, 2014. Orientação: Lucia Rabello de Castro

Trata-se de uma obra voltada para a reflexão sobre a formação em ciência e tecnologia no Ensino Médio, dirigida para oferecer subsídios para a análise crítica de políticas públicas voltadas para os jovens e fortalecer iniciativas de pesquisa.